20 de julho de 2010

Orgulho Nacional

 
Cartum de Rafael Corrêa

Vai rolar a bola! Está tudo pronto para alguns minutos de orgulho nacional.
A magia, a alegria, o gingado e a malandragem serão exaltados com louvor como a maior característica do povo.  A cara pintada, a bandeira enrolada no corpo como um manto sagrado e o hino cantado com suor, amor e lágrimas escorrendo pelo rosto. Tudo é alegria, tudo é emoção! É o pais inteiro unido, lutando para ser campeão!
Durante os 90 minutos tudo fica de lado, a única coisa que importa é a vitória, e nada pode faltar para a nossa seleção, mas hoje o jogo está difícil, o tempo vai passando e levando junto com ele toda a motivação.
Até que chega a hora em que o juiz aponta o centro do gramado e acaba com a diversão.
Já não há mais tempo para nada, só limpar a cara pintada, guardar a camiseta surrada, encarar a rotina de descaso, violência, miséria e corrupção e lamentar a diária desclassificação. Sem comida na panela, sem emprego, sem saúde, sem ensino, sem dinheiro e totalmente esquecido, como a maioria da população.
Fim do jogo, fim do orgulho nacional!

Obs: Post totalmente atrasado, escrevi isso no celular durante a Copa e só agora me lembrei, mas ta valendo!

3 comentários:

Rafael disse...

Aê, Rica. Libero o cartum só porque hoje é o dia do amigo, eheheh.
Tá sempre liberado, meu velho, é um prazer.
abraço.

Felipe Carriço disse...

Uma frase que ilustra bem tudo é "Pão e Circo".

Acaba a copa e a realidade aos poucos volta ao seu devido lugar.

Menina Misteriosa disse...

O post pode estar atrasado, mas o assunto é sempre atual. As pessoas procuram algo que as tirem da sua realidade, ao invés de tentar mudá-la. E isso vai além do futebol.

Muito bom!
Beijo

http://meninamisteriosa.wordpress.com/