25 de março de 2010

Sem Tempo Para Consertar

Acordou sem querer levantar
Levantou sem querer trabalhar
Trabalhou sem querer se esforçar
Se esforçou só para ver o tempo passar
Cuidando o relógio
Viu apenas o ponteiro se arrastar
E cada vez que tentava se desligar
Via a imagem daquele rosto
A expressão de desgosto
Mala na mão, fechando a porta
Com os olhos tristes a lhe fuzilar

2 comentários: