9 de novembro de 2009

O Que Me Resta

Pela janela da sala acompanho o tempo mudar. A brisa amena da lugar ao mormaço e o céu fechado grita que hoje será mais uma daquelas noites em que não verei a luz do luar.
Só me resta fechar os olhos e sonhar.

2 comentários:

Felipe A. Carriço disse...

O texto é do dia 9, porém parece que foi escrito na madrugada de hoje.

Blackout

Rica Retamal ® disse...

Verdade Felipe.
E sabes que por aqui, no dia 9 o céu estava limpo e estrelado! Mas escrevi o poema com a janela fechada...

Abraço