4 de dezembro de 2008

Nossa Eternidade

Aquele beijo que ficou pela metade
Aquele amasso que parou sem piedade
Aquele romance que virou só vontade
Aquele cheiro que deixou tanta saudade
Tão seu, comprado na loja da esquina
Tão meu, impregnado nas mãos até lava-las na pia
Tão nosso, como naquele único e delicioso dia

Um comentário:

Celine disse...

que lindooo!
fofura.