16 de outubro de 2008

ELA e ELE

Num dia qualquer, no meio da tarde cinza e cheia de trabalho, inicia-se uma conversa por meio de um desses comunicadores de texto virtual...


ELA: Sabe o que quero fazer com você?

ELE: Diga...

ELA: Encostar você na parede.... passar minhas mãos por debaixo da sua blusa, sentir sua pele se esquentar ao meu toque. beijar você, seu pescoço. tirar sua blusa.... sentir mais a sua pele, tirar a minha, sentir sua pele na minha. os corpos pegando fogo. beijar, beijar, beijar....

ELE: E porque não esta fazendo agora mesmo?

ELA: Porque você está ai... e eu aqui.

ELE: Seria muito bom te ter agora, pele com pele, as mãos e a boca tentando tocar todos os lugares ao mesmo tempo, a respiração acelerada...

ELA: O sangue fervendo...

ELE: Sussurros que se transformam em gemidos

ELA: Mais beijos

ELE: Hora delicados, hora agressivos...

ELA: Uma confusão de sentidos

ELE: Corpos encaixados

ELA: Suor escorrendo

ELE: Palavras ao ouvido

ELA: Sussurros

ELE: Os braços apertam ainda mais um corpo contra o outro

ELA: As bocas se colam uma na outra

ELE: As mãos deslizam pela pele suada...

ELA: Os lábios passeiam por cada pedaço do corpo

ELE: Agora tu me desculpa, mas nesse momento acabou o romantismo... te ponho de quatro e te como como nunca ninguém te comeu.

ELA: Perfeitamente!!!! E ainda te peço umas palmadas

ELE: Gosto muito... nem precisa pedir...


O trabalho fica de lado... impossível conseguir pensar em outra coisa daquele momento em diante.

Só há tempo para juntar suas coisas e sair em disparada o mais rápido possível...

6 comentários:

Nine disse...

hehe...
e oq rolou depois da conversa en??
rs

Beijos =*

RICARDO ® disse...

Use a imaginação, menina... :P
Beijos!!

A Outra disse...

ui que calor.

rsrs

RICARDO ® disse...

É Outrinha... E a previsão do tempo diz que as temperaturas vão subir mais ainda... em breve...
Beijos

Celine disse...

Tava muito longe, mesmo?

RICARDO ® disse...

Celine,
Mais longe do que os olhos podiam alcançar naquele momento... Essa tem sido minha triste sina, mas eu estou me esforçando muito pra mudar isso.
Bjos