28 de abril de 2008

Poema de presente

Gosto muito de ganhar presentes.
Gosto muito de poemas.
Pois e não é que as duas coisas se juntaram?
Ganhei um poema de presente!
Olha ele aqui embaixo:

Saudade

Saudade
Saudade grande
Daquela que aperta
Daquela que oprime
Saudade
Um tantão
Um tantão gostoso
Que me faz ficar pensando
Saudade
Do MSN
Das conversas
Das risadas
Saudade
Pura saudade
De você
Daqui
De lá

Saudade
Minha e sua
Saudade...

Ganhei o dia... não, a semana... não, o mês...
Pra falar a verdade acho que ganhei o ano com esse presente! :D

Um comentário:

Joice Padilha Terra disse...

Olá conterrâneo !!
Beleza de espaço.. naveguei em teus encantos de escritas..originais , muito Teus..
Parabéns !!
Abraço Fraterno e...
Sucesso !!

Jô :)