17 de agosto de 2007

Poema Atual

O aeroporto está lotado
O avião não vai subir
Não vou para Brasília
Buscar a minha propina
Nem pagar o Deputado
Pelo apoio dado
Pra aquela inauguração
Já falei com o advogado
E ficou bem registrado
Pelo grampo federal
A minha insatisfação
Ao saber que a CPI
Iria me denunciar ali
Em uma investigação
Pra sujar bem o meu nome
Pois estavam revoltados
Por não ter compartilhado
Todo o roubo entre os irmãos
Mas não vou dar de bandeja
A grana do meu suor
Subornar, comprar, corromper
É pra quem sabe fazer
Vou então pagar pra ver
Talvez aparecer na TV
Dizer que nada sabia
E rápido vão me esquecer
O máximo que vai acontecer
É perder o meu mandato
Mas continuo ganhando
Em outra repartição
Pois mesmo que caia o mundo
E me condenem por bandido
Meu CC esta garantido
Ninguém me tira ele não

2 comentários:

Wesz disse...

Essa cai bem pro dia em que o Renan foi absolvido.

RIC@RDO disse...

hehehe... É verdade... infelizmente essa é a nossa realidade!